Quatro rios estão em nível de alerta e seis em pré-alerta no Agreste e Mata Sul

 

Com as fortes chuvas que caíram na Zona da Mata e no Agreste de Pernambuco, quatro rios que cortam cidades dessas regiões estão em nível de alerta e dois já transbordaram. Outros seis rios do Estado estão no estágio de pré-alerta, de acordo com a Coordenadoria de Defesa Civil do Estado de Pernambuco (Codecipe), que está monitorando as áreas ribeirinhas juntamente com as equipes de Defesa Civil dos municípios. As informações são do JC Online.

São três níveis classificados pela Codecipe: inundação, alerta e pré-alerta. Os rios Pirangi, que passa por São Benedito do Sul, e Jacuípe, que fica na divisa entre Pernambuco e Alagoas, próximo às cidades de Água Preta e Barreiros, transbordaram, ou seja, estão na cota de inundação. Por isso, a atenção é redobrada nessas regiões.

Conforme a Codecipe, em nível de alerta estão os rios Amaragi, em Ribeirão; Sirinháem, na cidade de Joaquim Nabuco; Panelas, no município de Belém de Maria; e Canhotinho, na cidade de mesmo nome.

"Esses estão com volume acima da cota normal, mas não transbordaram", explica o secretário executivo da Codecipe, Leonardo Rodrigues. O levantamento foi feito até 16h deste sábado.

No estágio de pré-alerta estão os rios Capibaribe, em São Lourenço da Mata; Ipojuca, em Caruaru; Amaragi, na cidade de mesmo nome; Pirangi, no trecho que passa por Catende; Una, em Palmares; e Inhuna, em Palmerina.

Defesa Civil de Pernambuco alerta população que vive às margens dos rios

O secretário da Codecipe alerta para que as populações que vivem nas áreas às margens dos rios fiquem atentas. "O acumulado de chuvas requer atenção. Moradores que estão nas áreas ribeirinhas devem prestar atenção", diz Leonardo Rodrigues. Ele informa que não houve rompimento de barragens no Estado. "Está circulando fake news de que houve barragens estouradas. É boato", destaca.

"A de Serro Azul, por exemplo, está com vertimento natural. Por conta do volume de chuvas na bacia do Rio Una está mais cheia, mas não tem risco de romper. Pedimos que a população procure informações oficiais com as defesas civis das suas cidades", ressalta Leonardo.

a Secretaria Estadual de Infraestrutura, a Barragem de Serro Azul, que fica em Palmares, está, neste sábado, com 46,62% de água acumulada. O local tem capacidade para armazenar 303 milhões de metros cúbicos de água.

MONITORAMENTO

"Estamos monitorando, com as defesas civis municipais, as cidades que o Rio Una passa. Palmares, Catende, Água Preta, Barreiros e São José são municípios que podem ser afetados, por isso famílias ribeirinhas serão retiradas preventivamente caso haja necessidade", explica o secretário da Codecipe.

Afluentes do Rio Una como os rios Pirangi, Panelas e Correntes também estão sendo observados com mais atenção pela Defesa Civil estadual. Igualmente a Bacia do Rio Ipanema, na divisa entre Pernambuco e Alagoas, próximo das cidades de Itaíba e Águas Belas.

0 Comentários

Os comentários aqui apresentados, são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.