Silvio Costa passa bem após sofrer princípio de infarto em Recife

,

 


Por Magno Martins

Pai de quatro filhos e avô de oito netos, o ex-deputado federal Silvio Costa deu um susto nos seus familiares e amigos. Sofreu um princípio de infarto na madrugada do domingo e não fosse a competência e a presteza da equipe que o atendeu teria feito a última viagem. Falando no Frente a Frente de ontem sobre o quadro clínico do seu pai, o deputado Silvio Costa Filho (Republicanos) revelou que o pai não perdeu a vida por um milagre.

“Os médicos contaram que meu pai escapou por um triz”, disse Silvinho, como é mais conhecido, para acrescentar: “Foi Deus que salvou”. Conheço Silvio pai desde os anos 80. Foi meu professor de Química no colégio Alpha, que funcionava na Conde da Boa Vista, hoje Shopping Boa Vista. É um ansioso contumaz, inquieto por natureza, explosivo incontrolável.

Além disso, fuma feito uma caipora. Na semana passada, almocei com ele no Leite. Em duas horas de um papo maravilhoso – é muito inteligente, preparado e sagaz – Silvio abandonou a mesa para fumar por mais de dez vezes, fora do restaurante, logicamente. Por mais que reclamasse, não dava o braço a torcer.

Silvio colocou dois stents, já tinha um e está com peso muito acima. Com a pandemia, segundo ele próprio confessou, deixou de andar na Jaqueira, de fazer atividades físicas. O resultado não poderia ser diferente: mais gordo, mais ansioso, mais irrequieto. Conversar com Silvio requer paciência, atenção e raciocínio rápido. É uma metralhadora em ideias, projetos e estratégias políticas.

Que o susto possa fazê-lo a rever conceitos e seu modo de vida. Além de jovem e talentoso, Silvio tem elevado espírito público, discernimento e sabedoria. Como parlamentar, conseguiu virar um quadro nacional, chegando a líder do Governo de Dilma, a quem, vale a ressalva, foi fiel e leal até o fim quando a ex-presidente sofreu um impeachment. Nos dias de hoje, algo muito raro. Brasília virou, há muito, um deserto de homens públicos que exercitam lealdade.

0 comentários:

Postar um comentário