Luciano Duque defende candidatura própria do PT ao governo de Pernambuco em 2022

,

 


Por Houldine Nascimento/Blog do Magno Martins

O ex-prefeito de Serra Talhada Luciano Duque (PT) está visitando municípios do Agreste e do Sertão pernambucano. De acordo com ele, o objetivo é “defender uma candidatura própria” do Partido dos Trabalhadores ao Governo do Estado no ano que vem. No seu entendimento, a sigla não pode ficar em segundo plano em Pernambuco.

“Todo partido político tem que discutir um projeto. Não dá para você viver a reboque dos outros e o PT tem uma dimensão, é um partido importante. Time que não joga não tem torcida. Independente de ser Marília (Arraes), Humberto (Costa) ou quem quer que seja, eu acho que a gente tem que debater nossas ideias”, declara.

Em 2018, Duque foi um principais defensores de uma candidatura de Marília Arraes ao Governo, posteriormente vetada pela Executiva Nacional do PT, que apoiou a reeleição de Paulo Câmara (PSB). O ex-prefeito de Serra já comunicou ao deputado estadual e presidente do partido em Pernambuco, Doriel Barros, que começou a percorrer várias regiões para que a sigla desta vez concorra ao Palácio do Campo das Princesas. “É uma eleição em dois turnos. Por que não disputar? Depois decide a quem se aliar no segundo turno, se for o caso”, afirma.

Para ele, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva terá um peso grande no pleito estadual e, por isso, o PT não deve abdicar de um projeto próprio. “Lula é o grande eleitor de Pernambuco. As pesquisas mostram esse cenário. No levantamento do Opinião feito para o Blog do Magno, Marília sai em primeiro e Humberto também está bem posicionado. Isso mostra a força de Lula no Estado. O PT tem que ter projeto majoritário”, avalia.

Luciano Duque administrou Serra Talhada entre 2013 e 2020, além de ter presidido o Cimpajeú (consórcio formado por 18 cidades sertanejas). Ele trabalhou intensamente para que a então secretária municipal de Saúde e atual prefeita, Márcia Conrado (PT), o sucedesse.

Ao Blog, o ex-gestor confirma que vai buscar uma vaga na Alepe em 2022: “Serra e o interior precisam de representação. Minha plataforma é voltada muito para a defesa da melhoria da saúde, desenvolvimento econômico e agricultura. Esses são os três eixos.”

“Se você for conversar com o povo do interior, vai ver que o maior problema é a saúde. A 'procissão' de ônibus e de ambulâncias ao Recife é uma coisa desumana pelo sofrimento da população, de ter que ir longe buscar atendimento. Isso tem um custo violento para os municípios e para a sociedade. Tem que haver a interiorização da saúde”, ressalta.

Duque assegura que agiu com Márcia para instalar uma unidade da Fundação Altino Ventura (FAV) em Serra Talhada, bem como um centro de hemodiálise. “A prefeita Márcia deve inaugurar até setembro o bloco cirúrgico da FAV. Nós vamos ter cirurgia de catarata, transplante de córnea... Todos os serviços pelo SUS. Também será inaugurada uma clínica de hemodiálise das Obras Sociais Irmã Dulce. É disso que a gente precisa: interiorizar a saúde para melhorar a vida da população”, conclui.

0 comentários:

Postar um comentário