PRECATÓRIOS: Romonilson diz que a oposição de Belmonte está falida

,

 


PRECATÓRIOS: Romonilson diz que a oposição de Belmonte está falida

O prefeito de São José do Belmonte, Romonilson Mariano (PSB), comentou na noite desta quarta-feira (19) sobre os precatórios dos professores e disse que a oposição do município está falida, sem propósito tentando buscar promoção em cima do seu nome.

Els falou ainda que nunca foi contra o rateio dos precatórios e que está esperando apenas a autorização da justiça assim como tem feito na sua gestão, tudo dentro da lei.

Confira abaixo a fala do prefeito:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Sobre os Precatórios de Belmonte.

Oposição falida, sem propósito e sem serviços prestados ao povo de Belmonte, tenta buscar promoção em cima do meu nome.
Nunca fui contra os Professores, nem sou. Sempre defendi o certo e o que anda dentro da lei.
O caso dos precatórios é tão sério, que foi essa semana parar no Congresso Nacional e aguarda ainda a assinatura do Presidente Jair Bolsonaro.
A questão dos precatórios não é local nem foi criada por mim, Prefeito Romonilson. É uma polêmica de nível nacional por isso não paguei aquilo que não estou autorizado legalmente a pagar.
Eu sempre aguardei a decisão da justiça, não estou aqui para prejudicar nem ser prejudicado, como também não busco promoção política em ações eleitoreiras, usando irregularmente do bem público para me beneficiar politicamente.
Estou aqui para seguir o que a justiça determinar e fazer o certo.
Se os professores tiveram seus direitos lesados não foi em minha gestão, ao contrário, venho pagando em dia e lhes garantindo as melhores condições possíveis para exercerem suas funções.
Estamos em um ano eleitoral, e eu tenho procurado prestar conta do que fiz nesses três anos e meio pelo povo de Belmonte.
Gostaria que a oposição abrisse seu baú e usasse do seu Blog Fantasma para divulgar seus serviços prestados ao nosso povo, começando pelo Deputado e prosseguindo com seus vereadores.
Não me escondo, não minto e não me calo diante da incompetência e inércia desses que se unem para fazer da política uma profissão ou cabide para benefícios pessoais.

Romonilson Mariano

0 comentários:

Postar um comentário