Ivanildo do fosco sofre perseguição política em cerimônia de formatura no Distrito de Fátima em Flores

,

O pré candidato à prefeito pela oposição de Flores Ivanildo do fosco , sofreu perseguição política, por parte da diretora, ligada ao prefeito Marconi Santana.

Fui convidado, junto com o vereador Onofre de Sousa, em setembro, para ser padrinho da turma dos formandos do 3° ano do ensino médio da escola Dário Gomes de Lima, de Fátima, e aceitei de bom grado.

Cheguei na escola - local da solenidade -, onde se deu na noite de terça-feira (17) e aguardei o início do evento. Para minha surpresa (desagradavel!) e de forma constrangedora, notei que apenas autoridades ligadas ao prefeito de Flores foram designadas para compor a mesa de honra e eu fui impedido de compô-la, mesmo sendo padrinho da turma! Continuei assistindo a solenidade no mesmo lugar onde inicialmente fiquei e, depois de alguns instantes, fui informado pelo chefe do cerimonial, que estava ao microfone, que este havia recebido "ordem" da direção escolar para não me convidar para ocupar lugar na referida mesa, numa explícita demonstração de mandonismo que faz da escola palco de picuinha politica, que constrangeu estudantes, que esqueceu que a escola pública é reduto democrático, demonstrando falta de civilidade e se portando como uma anã moral!

Lamentável!

Agradeço aos estudantes, que manifestaram indignação na mesma noite pelo ocorrido e peço-lhes desculpas, mesmo não tendo sido protagonista daquela vergonhosa situação.
Por fim, manifesto aqui o que não pude dizer aos formando do 3° ano do ensino médio da escola Dário Gomes de Lima, naquela ocasião: "Como padrinho de vocês, desejo que Deus ilumine o caminho de todos para que o futuro seja construído com fé, respeito e prosperidade." "Que cada um faça das dificuldades trampolins que lhes elevarão às grandes conquistas profissionais e cidadãs."

0 comentários:

Postar um comentário